Bem sabemos que a Bíblia Sagrada, é uma fonte inesgotável de histórias dos mais diversos personagens, cada um com sua jornada única e lições atemporais. Entre essas protagonistas, encontra-se uma mulher cujo nome ecoa através das gerações: Sara, também conhecida como Sarai. Sua história transcende o tempo e continua a inspirar pessoas de todas as épocas, não apenas como uma figura bíblica, mas também como um exemplo de fé, coragem e perseverança.

Sendo assim, vamos conhecer quem foi Sara, sua história, suas características e as lições que podemos aprender com a história de sua vida.

Quem foi Sara na Bíblia?

Sara foi a esposa do patriarca Abraão, e a mãe de Isaque. Sua história é contada no livro de Gênesis, sendo uma das histórias mais conhecidas e compartilhadas, pelo seu exemplo de fé, perseverança, força e coragem. Sara é considerada a matriarca do povo Judeu, que apesar de sua esterilidade gerou o filho da promessa.

História de Sara

Sara mãe de Isaque

Sarai, nascida em Ur dos Caldeus, filha de Terá, se casou com Abrão, seu meio-irmão. Essa jovem beduína, não tinha ideia de que enfrentaria uma jornada tão desafiadora quando se casou com este homem.

Sara deixou para trás sua família, riquezas e posição para seguir seu marido para “uma terra que Deus lhe mostraria”. Ela obedeceu de bom grado e com grande fé.

A jornada até o novo lar foi extremamente difícil para Sara, com o calor intenso e a fome quase devastando sua família. Abrão e sua comitiva fizeram um desvio para o Egito, uma jogada arriscada para nômades (Gênesis 12:10).

Sara era uma mulher muito linda, e Abrão temendo que o rei do Egito, Abimeleque a quisesse como esposa a apresentou voluntariamente ao poderoso governante egípcio, Sara obedeceu a Abrão, embora tenha entrado no palácio do Faraó, escondendo sua identidade. Contudo, deus interveio nessa situação e fez com que Abimeleque, devolvesse Sara para seu esposo Abrão.

Deus prometeu fazer de Abraão “o pai de muitas nações” (Gênesis 17:4), mas ela era estéril. Então, como muitas mulheres da época, Sara pensou em uma maneira de “ajudar” Deus e deu sua serva Agar para se deitar com seu esposo e assim gerar um filho. Embora fosse uma prática comum na época, não era a melhor escolha. Pois, de forma impaciente, Sara agiu antes de Deus cumprir sua promessa, gerando grande conflito e tensões na relação familiar.

Agar, serva de Sara, exibia sua gravidez e menosprezava sua senhora. Cheia de ciúmes e raiva, Sara expulsou Agar da tenda da família. No entanto, essa não é a conclusão da história de Sara. Deus finalmente abençoou Sara e Abrãao com um filho.

Quando Sara tinha cerca de 90 anos e Abraão 100, Deus cumpriu sua promessa e ela deu à luz ao seu filho, Isaque. Embora possa ter rido inicialmente, agora Sara ria de alegria, pois Deus havia sido fiel à sua promessa (Gênesis 21:6-7).

Perguntas frequentes sobre Sara

Sara na Bíblia

Aonde a história de Sara aparece na Bíblia?

A história de Sara aparece no livro de Gênesis, no Antigo Testamento. Mais precisamente Sara é mencionada pela primeira vez na Bíblia em Gênesis 11:29-30 até Gênesis 23:1-2 onde Sara termina os seus dias de vida.

“E tomaram Abrão e Naor mulheres para si: o nome da mulher de Abrão era Sarai, e o nome da mulher de Naor era Milca, filha de Harã, pai de Milca e pai de Iscá. E Sarai foi estéril, não tinha filhos. E tomou Terá a Abrão seu filho, e a Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e a Sarai sua nora, mulher de seu filho Abrão, e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; e vieram até Harã, e habitaram ali.” (Gênesis 11:29-30)

Sara era irmã de Abraão?

Abraão declara em Gênesis 20:12 que Sara era sua meia-irmã. Ou seja, Sara era filha de Terá, o mesmo pai de Abraão, mas de mães diferentes.

Quantos anos Abraão orou por Sara?

Abrão e Sara esperaram perseverantes em oração por 25 anos para que a promessa, se cumprisse.

O que o anjo disse quando Sara riu?

“E disse o SENHOR a Abraão: Por que se riu Sara, dizendo: Na verdade darei eu à luz ainda, havendo já envelhecido? Haveria coisa alguma difícil ao SENHOR? Ao tempo determinado tornarei a ti por este tempo da vida, e Sara terá um filho. E Sara negou, dizendo: Não me ri; porquanto temeu. E ele disse: Não digas isso, porque te riste.” (Gênesis 18:13-14)

Quantos anos Sara tinha quando engravidou?

Sara engravidou com 90 anos de idade, dando à luz ao filho da promessa,

Qual o significado do nome Sarai?

Seu nome no original era Sarai, que significa “minha princesa”, onde mais tarde foi mudado por Deus para ‘Sara’, que significa “mãe das nações”. Seu nome foi mudado para Sara, juntamente com o de seu esposo, que de Abrão passou a ser chamado Abraão, que significa “o pai das multidões”

Por que Deus mudou o nome de Sarai para Sara?

Deus mudou o nome de Sarai para Sara como parte de uma aliança com Javé, após Agar dar a Abraão seu filho Ismael, assim que estabelecido a circuncisão como sinal do Pacto Abraâmico. Ou seja, a mudança do nome Sarai para Sara é um ato simbólico que representa a transformação profunda na identidade e no propósito dela, sinalizando a concretização das promessas divinas e o papel crucial dela na história da fé e da promessa de Deus para Abraão.

O que aconteceu com Sara quando chegaram no Egito?

Após a destruição de Sodoma e Gomorra, Abraão e Sara viajaram para a terra de Gerar, no Egito, onde Sara foi tomada de Abraão por Abimeleque, rei de Gerar. Depois do Senhor se revelar a ele, e fazê-lo saber que Sara era mulher de Abraão, Abimeleque devolveu Sara a Abraão e permitiu que eles morassem em sua terra.

Quantos filhos Sara teve?

Sara deu à luz somente a Isaque, o filho da promessa.

Como era a personalidade de Sara na Bíblia?

Sara, tinha um temperamento colérico, muitas vezes impulsiva, sendo lembrada também por sua impaciência e egoísmo. Contudo, apesar de suas falhas, Deus transformou Sarai em Sara, mãe de uma nação, antecessora de Jesus Cristo e mulher de fé citada na galeria da fé de Hebreus 11.

Morte de Sara

Sara viveu cento e vinte e sete anos; e morreu em Quiriate-Arba, na Cidade de Hebrom, na terra de Canaã; e Abraão lamentou e chorou a morte de Sara. Sendo sepultada por Abraão na cova do campo de Macpela, em frente de Manre, que é Hebrom, na terra de Canaã.

4 Características de Sara

Sara na história Bíblica

Sara tinha duas características notáveis, as quais era Beleza e esterilidade. Em virtude da sua beleza, até mesmo governantes pagãos o desejavam, contudo sua esterilidade lhe causou grande dor. Claro, que além dessas duas características marcantes, temos várias outras, das quais vamos citar aqui abaixo.

1. Sara era estéril

Embora, Abraão tivesse recebido de Deus a promessa de que seria pai de multidões (Gênesis 12:2-3; 18:10), Sara, sua mulher, era estéril (Gênesis 11:30). Deus poderia ter prometido a Abraão várias outras coisas, mas prometeu-lhe uma descendência numerosa como as estrelas do céu e como a areia da praia.

2. Sara era uma mulher muito linda

Sara, até os dias de hoje é lembrada por sua beleza, uma mulher extraordinariamente linda, fazendo que Abraão temesse. Quando chegaram ao Egito, Abimeleque, rei de Gerar vendo a beleza de Sara, a quis tomar por mulher, no entanto, Deus interveio não permitindo tal coisa.

3. Mulher de fé

“Pela fé também a mesma Sara recebeu a virtude de conceber, e deu à luz já fora da idade; porquanto teve por fiel aquele que lho tinha prometido.” (Hebreus 11:11)

Muitas vezes ficando se perguntando: Quem tem a fé de Abraão o mundo? Contudo, quando olhamos para Sara, vemos que ela tinha uma fé parecida com a de Abraão. Pois, foi somente pela fé, que ela deixou tudo e seguiu com seu esposo, rumo ao lugar onde Deus lhes mostraria. Sara renunciou tudo, e com grande fé esteve sempre ao lado do seu esposo, lhe encorajando a acreditar nas promessas de Deus. Essa fé de Sara é tão evidente que ela entrou para a galeria dos heróis da fé.

4. Esposa submissa

“Como Sara obedecia a Abraão, chamando-lhe senhor; da qual vós sois filhas, fazendo o bem, e não temendo nenhum espanto.” (1 Pedro 3:6)

Sara é conhecida como um exemplo de esposa, por sua submissão. Ela tinha um respeito notável pelo seu esposo Abraão, pelo qual ela o chamava de Senhor.

4 Lições que aprendemos com a vida de Sara

lições de Sara na Bíblia

1. Deus é fiel e no tempo Dele as promessas irão se cumprir

Uma lição muito importante que aprendemos com Sara é que Deus é fiel; se Ele fez uma promessa é fiel para cumprir, no tempo e hora determinados por Ele. Por isso, podemos descansar totalmente Nele. Ele é Eterno, o Senhor do tempo. E mesmo que nossa fé e esperança vacilem, temos a oportunidade de recomeçarmos e ainda assim, desfrutar de todas as Suas promessas.

2. É necessário aprender esperar

Confiar nas promessas de Deus muitas vezes envolve esperar pacientemente pelo Seu tempo. Sara esperou décadas para o cumprimento da promessa de ter um filho. Essa espera pode ser difícil, mas é durante esse processo que aprendemos a confiar mais profundamente em Deus e em Seu plano perfeito. O que aprendemos com a história de sara é que a espera nos molda e nos ensina a depender mais de Deus em vez de nossos próprios esforços.

3. Precisamos confiar mesmo em Meio à Adversidade

Confiar nas promessas de Deus muitas vezes nos coloca em situações desafiadoras e desconhecidas. Sara deixou sua terra natal e enfrentou dificuldades ao lado de Abraão. Essas provas testam nossa fé, mas também são oportunidades para demonstrar nossa confiança em Deus. A lição que aprendemos aqui com Sara é que a confiança nas promessas de Deus nos dá a coragem para enfrentar as adversidades com a certeza de que Ele está conosco.

4. Nunca queira “ajudar” Deus

A história de Sara também inclui momentos em que ela agiu por impulso, como quando sugeriu que Abraão teve um filho com Hagar, onde resultou em grandes conflitos e desentendimentos. Esse erro nos ensina sobre as consequências de tentar “ajudar” a Deus de acordo com nossos próprios planos. A lição aqui é que, muitas vezes, nossos esforços para acelerar as coisas ou tomar o controle podem levar a consequências indesejadas. Deus é soberano e tem o Seu próprio tempo e maneira de cumprir Suas promessas. Portanto, aguarde pelo tempo do Senhor, sem permitir que a ansiedade tome o lugar da confiança.

Conclusão

história de Sara

Para concluirmos, este estudo bíblico sobre Sara, fica a lição de que Deus muitas vezes trabalha através de situações aparentemente impossíveis para cumprir Seus propósitos. A história de Sara envolveu desafios, lutas e momentos de dúvida, mas também revelou sua perseverança e confiança em Deus. A fé de Sara não apenas a sustentou durante as provas, mas também a fez testemunhar a fidelidade de Deus ao cumprir Suas promessas.

A vida dessa matriarca nos ensina que, independentemente das situações que enfrentamos, a fé e a confiança em Deus devem nos guiar através das incertezas. Às vezes, podemos até achar difícil acreditar que o que Deus prometeu é possível. No entanto, essa história nos mostra que, mesmo quando duvidamos, Deus continua sendo fiel e capaz de realizar aquilo que parece impossível aos nossos olhos.

Se gostou deste estudo sobre Sara, então veja também:

Sobre o Autor

Indiara Lourenço
Indiara Lourenço

"Sou mãe, esposa e serva, que ama fazer a obra de Deus. Já escrevi centenas de artigos para blogs cristãos, com o objetivo de espalhar o evangelho aos quatro cantos do mundo."

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Solicitar exportação de dados

    Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

    Solicitar a remoção de dados

    Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

    Solicitar retificação de dados

    Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

    Solicitar cancelamento de inscrição

    Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.