Quando Jesus contou a parábola da lamparina, ele quis mostrar que tudo o que fazemos de bom ou ruim, colhemos os resultados.

A questão que ele traz não é apenas de julgamento eterno como, geralmente, entendemos, mas de que maneira refletimos a luz que recebemos de Deus.

A diferença da parábola da lamparina, está no seu desfecho que causa impacto na nossa maneira de julgar o que fazemos e o que recebemos.

Assim como a parábola das dez virgens que lemos em Mateus 25: 1-13 nos ensina sobre a vigilância. Na parábola que vamos conversar aqui, Jesus ressalta a importância de propagarmos essa luz pelas nossas obras. 

Para saber mais, continue lendo sobre a importância da integridade e da obediência à palavra de Deus.

O significado da parábola da lamparina

Nesta parábola, a lamparina é um símbolo poderoso que nos mostra a necessidade de ter a luz da Palavra de Deus em nossas vidas. 

Além de nos advertir que precisamos dela para andar em retidão e sinceridade na presença de Deus.

Nesse contexto, Jesus nos mostra claramente que não há como esconder a manifestação do Evangelho em nossas vidas. Isso quer dizer que, tanto as boas obras quanto as más, se tornarão visíveis aos olhos do Criador que nos recompensará, segundo nossas obras.

Ele fez essa metáfora após a explicação da parábola do semeador, no caso, ele adverte que devemos ouvir o evangelho com cuidado de aplicar em nossas vidas.

Isso se refere ao tipo de coração, ou seja, solo que temos. Se for bom, teremos boas colheitas, se for mal, até o que nos tem será tirado. (Lucas 8: 18)

Agora, conheça sete lições que podemos extrair da parábola da lamparina para aplicar em nosso dia a dia. Confira:

1. Compartilhando a luz do Evangelho

Em primeiro lugar, neste contexto, a lamparina representa a Palavra de Deus e a luz do Evangelho. Por isso, Jesus nos ensina que a luz não deve ser escondida, mas sim compartilhada com todos ao nosso redor. 

Assim como uma cidade em um monte não pode ser escondida, nossa fé deve ser visível através de nossas ações e palavras, influenciando positivamente aqueles que nos cercam.

2. Responsabilidade e integridade

Outro destaque importante nesta parábola, é a responsabilidade que temos ao recebermos a luz da Palavra de Deus. A lamparina, quando acesa, simboliza o conhecimento das Escrituras. 

Portanto, é nosso dever manter essa chama acesa através do estudo, oração e obediência. A integridade em nossa jornada espiritual é essencial para que a luz de Deus brilhe continuamente em nós.

3. Prestação de contas

Além disso, ela enfatiza que tudo o que está escondido será revelado. Devemos lembrar que Deus conhece nossos corações e nossas intenções mais profundas. 

Por isso, devemos ser íntegros e obedientes, não deve ser apenas uma fachada externa, mas uma verdadeira expressão de um coração transformado pela graça divina.

4. Recebendo mais conhecimento

Jesus nos mostra nessa história que aqueles que valorizam e aplicam corretamente a luz do Evangelho recebem ainda mais conhecimento e sabedoria. Isso significa que assim como a lamparina que permanece acesa, atrai mais luz. 

Da mesma forma, aqueles que buscam compreender as Escrituras e aplicá-las em suas vidas serão agraciados com discernimento e entendimento espiritual crescente.

5. A importância de ouvir e entender

Por fim, Jesus enfatiza a importância de ouvirmos atentamente Suas palavras e compreendê-las profundamente. Assim como Ele explicou a parábola aos Seus discípulos, temos a responsabilidade de estudar e meditar nas Escrituras para que a Palavra de Deus não apenas resida em nossos lábios, mas também em nossos corações.

6. Responsabilidade no ensino

Ao compartilhar a luz do Evangelho, devemos ser cuidadosos em como ensinamos e compartilhamos a Palavra de Deus com os outros. Observe que o tempo todo, durante o seu ministério, Jesus nos alerta sobre a importância de propagar a verdade com fidelidade e clareza. 

Assim, devemos ser bons mordomos do conhecimento que recebemos, evitando distorcer ou comprometer a mensagem das Escrituras.

7. Frutificação e multiplicação

Por fim, quando aplicamos com integridade a luz que recebemos, tornamo-nos canais para a transformação espiritual em outras vidas. 

Assim, a lamparina acesa não só ilumina seu ambiente imediato, mas também possibilita que outros acendam suas lamparinas. 

Por isso, ao vivermos uma vida de obediência e integridade, inspiramos outros a buscarem a Deus e compartilharem a luz do Evangelho também.

A Parábola da Lamparina nos lembra da importância de sermos fiéis propagadores da luz do Evangelho, aplicando-a em nossa vida cotidiana com integridade e obediência. 

Nosso objetivo final, além da nossa própria salvação, é inspirar outras pessoas a conhecerem o Evangelho de Jesus.

Agindo assim, receberemos cada vez mais luz para vencer as adversidades que se apresentam em nossas vidas, e, no final, receber o prêmio da vida eterna.

Se este artigo te estimulou a conhecer mais sobre a Palavra de Deus, deixe um comentário abaixo, ficaremos felizes em saber a sua opinião.

Sobre o Autor

Josiane Silva
Josiane Silva

Olá, eu sou a Josiane Silva, mãe, avó e procuro servir a Deus. Amo estudar a bíblia para compreender o comportamento humano. Afinal podemos aprender muito com as histórias dos outros, não é mesmo? Como gosto muito de ler e de escrever, também trabalho como redatora freelancer.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.