A parábola da candeia nos ajuda a compreender que não é possível esconder as virtudes que Deus colocou em nós. 

Isso porque o evangelho da graça nos reveste para ser a luz deste mundo.  Por isso, em seus ensinamentos, Jesus enfatizou tanto sobre o que significa o reino dos céus e como ele cresce em nós.

Apesar disso, podemos não perceber que, devido às provações da vida, deixamos de falar do evangelho, de orar, ou seja, de granjear os nossos talentos. 

Além disso, muitos rejeitam a Palavra de Deus vivendo uma vida longe da graça divina.

Ainda assim, Jesus amorosamente nos ensina que não devemos nos esconder, por dois motivos:

  • Primeiro o que está oculto será manifesto; 
  • Segundo, quem não vive segundo os propósitos de Deus, até o que julga ter, será tirado. (Lucas 8:18)

Diante desse desafio, precisamos conhecer exatamente o que Jesus quis nos ensinar com a parábola da candeia, para, dessa maneira, receber o galardão que nos foi proposto.

Continue lendo este artigo para compreender o significado e a explicação dessa parábola, extraindo o conhecimento necessário para viver de acordo com os propósitos de Deus.

A Parábola da Candeia

Antes de apresentar a parábola, precisamos lembrar que Jesus a contou após a parábola do semeador e sua explicação. 

A ideia central era reforçar que o crescimento do reino de Deus em nós e mostrar que ele só seria impedido, caso nosso coração não fosse uma boa terra.

Nesse contexto, ele enfatiza a importância de viver com sabedoria, revelando a verdade que está escondida para muitos, mas acessível para aqueles que buscam a luz.

Em Lucas 8:16-18, encontramos essa história que diz:

“Ninguém acende uma candeia para escondê-la num jarro ou debaixo da cama; coloca-a num velador, a fim de que os que entram vejam a luz. Pois nada está oculto que não venha a ser revelado, e nada acontece em segredo que não seja trazido à luz do dia. Portanto, considerem atentamente como vocês estão ouvindo. A quem tiver, mais lhe será dado; e a quem não tiver, até o que pensa que tem lhe será tirado”. 

Quando analisamos essa metáfora percebemos o contexto e a profundidade dos princípios que Jesus quis ensinar. 

Essa narrativa, por exemplo, pode ter diversas interpretações, mas todas elas nos incentivam a cultivar um coração puro e justo. 

Além disso, disposto a receber a semente da Palavra e permitir que ela nos transforme a ponto de resplandecer a nossa luz. 

Em outras palavras, a ponto de as pessoas poderem comer dos nossos frutos, ou seja, ouvir e aceitar o evangelho da salvação.

Essa parábola também é uma advertência

Devemos sempre atentar que Jesus ensinava, mas deixava o próprio ouvinte refletir sobre as suas obras. Ele fez isso em várias passagens, um exemplo clássico é quando ele diz: 

“Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra.” (João 8:7)

A ideia do Mestre era ajudar as próprias pessoas a perceberem suas atitudes egoístas e pecaminosas. Assim, quando Ele diz no cap. 8:18 de Lucas: 

“Vede, pois, como ouvis; porque ao que tiver, se lhe dará; e ao que não tiver, até aquilo que julga ter lhe será tirado.”

Ele está, na verdade, advertindo sobre a hipocrisia espiritual. Portanto, aqueles que conhecem a verdade e a escondem ou negligenciam, enfrentarão consequências. 

Por isso, ao receber o conhecimento de Deus devemos tratá-lo com reverência e zelo. Além disso, não devemos ser negligentes ou egoístas, mas compartilhar a Palavra para que todos alcancem a glória de Deus.

Conheça 8 lições essenciais que podemos aprender com a parábola da candeia

1. Compartilhar a Luz

Primeiro, devemos compartilhar a verdade e os ensinamentos divinos com amor e generosidade, iluminando a vida dos outros com a luz de Deus.

2. Transparência espiritual

O segundo ponto importante é adquirir a sinceridade espiritual; não devemos esconder nossas crenças ou agir de forma hipócrita, mas ser autênticos na nossa fé.

3. Responsabilidade em aumentar nosso conhecimento

Precisamos examinar as escrituras, pois quanto mais conhecemos a Palavra de Deus, maior é nossa responsabilidade em agir de acordo com ela.

4. Compartilhar a graça de Deus

É importante lembrar que aquele tem, receberá mais. Isso significa que quanto mais compartilharmos o conhecimento espiritual, receberemos mais sabedoria e entendimento.

5. Buscar constantemente revelação e clareza

Essa parábola sugere que devemos buscar continuamente a luz da verdade e o entendimento dos propósitos de Deus. Assim, teremos mais clareza sobre os mistérios da nossa vida.

6. Viver com integridade e exemplo

Por fim, Jesus ensina que a nossa vida precisa ser coerente com o que acreditamos, dessa maneira, serviremos de exemplo para aqueles que estão próximos de nós. 

Dessa maneira, poderemos ser chamados filhos da luz e impactar positivamente a vida de outras pessoas.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário, ficaremos felizes em conhecer a sua opinião.

Sobre o Autor

Josiane Silva
Josiane Silva

Olá, eu sou a Josiane Silva, mãe, avó e procuro servir a Deus. Amo estudar a bíblia para compreender o comportamento humano. Afinal podemos aprender muito com as histórias dos outros, não é mesmo? Como gosto muito de ler e de escrever, também trabalho como redatora freelancer.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.